domingo, outubro 28, 2007

20 Km de Almeirim

estive a analisar as razões e a conclusão é fácil, para quem anda a fazer como "treino" semanal 4 a 5 saídas a rolar de 45 min., só pode esperar que numa prova de 20 km termine de rastos e com o pior tempo de sempre.
a hora a que se realiza a prova (16h00) já afecta o organismo fisiologicamente, o calor que estava (cerca de 23º) também faz a sua mossa, para quem não sabe a quantas anda (que é o meu caso) em termos de resistência e ritmo, é muito dificil planear uma prova calma, eu acreditava que conseguia manter um ritmo de 5:00/km mas só consegui manter esse passo até aos 15 km, depois o depósito ficou na reserva e tive que baixar severamente o o ritmo para conseguir ter autonomia para a chegar à meta.
já vi alguns posts a dizer que faltou um abastecimento aos 5km (que me fez bastante falta) mas segundo sei o abastecimento estava lá, mas não passou lá ninguém pois houve um pequeno erro no percurso, tal como o rodrigo diz no seu blog também fui sempre com uma sensação absurda de sede e até usei a técnica do Chris McCormak (vencedor do ironman hawaii 2007) colocando umas esponjas no interior da camisola...

podem ver os dados da minha prova aqui...



a novidade que foi a sopa da pedra para todos, até funcionou muito bem, estava à espera de uma coisa caótica com tantos participantes e acompanhantes e para além disso estava muito boa...
para a nazaré já não faço previsões, seja o que o corpo quiser...

abraços ;)

1 comentário:

António Bento disse...

GRANDE Mestre
Este tom não condiz contigo.
Back to basics!
Corre a Nazaré sem relógio, nem cardio, nem porra nenhuma e desfruta apenas da corrida. o tempo final será o tempo do prazer que tiveste em correr. A partir daí refdefine os objectivos. AH! E volta a reler algumas passagens do "Lore of Running" que me emprestaste e que motivam só de lhes passar os olhos em cima.
Abraço e up, up!!!
AB