domingo, março 29, 2020

Este seria o post sobre a Meia Maratona de Lisboa


Esta semana deveria ter publicado o texto sobre  a minha prova na Meia Maratona de Lisboa, mas de facto a prova não se realizou e foi adiada para Setembro (esperemos).
Vivemos todos um momento surreal, todo o planeta está a ficar dominado por um vírus chamado Corona e que causa uma doença chamada Covid-19. desde dia 14 de Março estou em casa em tele-trabalho, as minhas filhas e a minha mulher, só temos saído para ir às compras e despejar o lixo.
Todas as provas em que estava inscrito e ou foram adiadas ou canceladas, o desporto está cancelado, isolado, pelo menos é como eu vejo. Todos nós temos que nos abrigar e ficarmos em casa para que os profissionais de saúde consigam ter números suportáveis de doentes para assistir, isto se não queremos chegar ao ponto a que chegou Itália em que têm que optar pelos mais novos e deixar os mais velhos morrer.
Na primeira semana optei por fazer um "tappering" só com umas ginásticas com as minhas filhas e só na passada semana é que voltei a fazer alguma actividade - usar a minha bicicleta no rolo e correr no meu quintal- é claro que à hora a que eu corria não encontraria ninguém na rua nem na ciclovia, mas sou de opinião que temos que dar o exemplo, porque se todos formos sozinhos, acabamos por fazer uma multidão na mesma.
Nas imagem em cima estão os meus locais de treino - o meu quintal tem 19,2m de perímetro  e hoje fiz 10k lá (medidos pelo modo indoor running do meu relógio) o que deve ter dado cerca de 520 voltas, mas eu mudo de sentido a cada km (52 voltas...). Quanto à bicicleta tenho feito para já 30 minutos em que a única medida é mesmo o ritmo cardíaco, que tenho feito para fazer uma média de 130. Não se pode chamar de treino, é apenas manutenção da actividade física.
Vamos todos ficar bem, que passe depressa, e fiquem em casa!
Abraços,

Sem comentários:

Publicar um comentário

Mensagem